Zona Neutra: Ignorância

 

Ignorar, no dicionário, pode tanto ser não ter conhecimento sobre algo, quanto não querer enxergar o que está diante dos olhos.

 

Quanto a não ter conhecimento, não é nada demais, afinal, nem sempre temos paciência, dinheiro ou tempo de conhecer sobre determinado assunto, e isso não nos torna pior.

 

Mas se falarmos a respeito de fechar os olhos e deixar passar o mundo e o caos, então vamos ter que conversar.

 

Concordo que a ignorância é uma benção às vezes, mas se você sabe de algo e não faz nada a respeito, não seria como dar um tiro no próprio pé por covardia?

 

Se você sabe de um problema de saúde e não trata, não é você que vai viver com o problema? Não seria melhor então encarar a situação e buscar uma solução quanto ao que fazer?

 

Claro, mudar, recomeçar, e assumir a própria vulnerabilidade não é fácil. Quantas vezes não deixamos para depois aquela situação, por não querer nos desgastar? Por não querer ser mal interpretada, às vezes engolimos tantos sapos que parece que a qualquer respirada mais fundo, vamos coaxar.

 

Mas minha cara leitora, minha mensagem hoje, é que o enfrentamento é benigno. Aceitar o que precisamos fazer traz mais liberdade do que dor ao longo prazo, e por mais que nesse instante você não veja saída, ainda assim, haverá um pote de ouro no fim do arco íris.

 

Vitórias não nascem sozinhas, nascem da sua perseverança e coragem de seguir.

 

Não ignore aquele companheiro abusivo, busque ajuda e lute para sair de algo que só vai minar sua saúde física e mental. Não ignore aquele burnout, busque um terapeuta e se possível, troque de emprego. Tente por favor não ignorar a birra dos filhos, o desrespeito de familiares.

 

Tente, minha amiga, com a coragem que só as mulheres têm, lutar para que sua existência seja feita de aceitação de si mesma.

 

Viver não é fácil, e por isso não podemos ser nossas próprias carrascas e executoras, buscando na falta de ação o remédio de nossos males. Existir no Brasil exige remelexo e bom humor, mas isso não te impede de saber contra quem ou o que lutar.

 

Por favor, aceite que o problema existe e planeje uma solução para ele. Como uma canceriana raiz, sei que é mais gostoso se esconder dentro da carapaça e ignorar o que existe do lado de fora, mas te juro, o orgulho de si mesma em conseguir uma solução é tudo de melhor no mundo.

 

Hoje, vamos honrar nossas ancestrais com coragem, e mostrar ao universo do material que somos feitas.